Eu, Mãozinhas Mágicas, juro solenemente (mão direita na bíblia como se de um juramento presidencial se tratasse) que este texto não é um efeito secundário da visualização de Breaking Bad.

A verdade é que eu nunca morri de amores pelos pares cranianos. Digamos que nunca existiu química entre nós. Sempre tive dificuldade em compreender e interiorizar os seus pequenos/ grandes pormenores. Saber as suas origens, os seus trajetos e as suas funções. Talvez ainda não tivesse a maturidade intelectual suficiente para abarcar todo o range of motion que eles nos oferecem. Não havia meio de conseguir consolidar a informação na massa cinzenta e hoje percebo que isso se devesse em parte, às lacunas que possuía em termos da neurociência e do conhecimento do interior do crânio. E se o Everest parece gigante ao longe, de perto ainda é mais imponente. Mas como qualquer expedição esta começa pela base, e foi assim que se iniciou esta viagem. O topo não é sem dúvida o mais importante, mas sim a viagem e o conhecimento que esta nos acrescenta.

Máquina fotográfica e selfie stick preparados e siga a viagem. E nesta viagem do estudo e do conhecimento, há que tirar apontamentos para que o mais importante fique para a posteridade. E ao longo desta expedição, irei partilhar convosco, alguns apontamentos e auxiliares de memória que fui reunindo (importante: tais não foram criados com a intenção de os utilizar como cábulas em exames).

E é disso que se trata esta tabela periódica cranial. Foi a mnemónica simples, que trago sempre comigo no telemóvel para que nunca me esqueça da nomenclatura inerente aos pares cranianos, da sua função (motora, sensitiva ou mista) e dos seus locais mais prováveis de compressão no crânio, sabendo de antemão que estas estruturas podem ser comprimidas em qualquer ponto do seu trajeto.

Espero que vos seja útil e vos ajude como me ajudou a mim. E se o caminho se faz caminhando, este foi mais um passo em frente na nossa escalada do conhecimento. E agora sigaaaa que ainda temos muito caminho pela frente 😀 

Descarregar apontamentos